Ao atribuirmos o termo “Montessori” ao sono, geralmente nos referimos ao desenvolvimento da independência da criança com relação ao sono e à hora de dormir.

O conceito principal é considerar que as crianças podem ter o poder de seguir sua janela de sono hormonal e permitir que se autorregulem. Assim, a adaptação do Método Montessori ao sono pode ser bem-sucedida, desde que você escolha estratégias com quais se sinta confortável e que sejam adequadas à personalidade do seu filho.

Ter rotinas consistentes e dormir o suficiente podem fazer uma enorme diferença no dia a dia do seu filho e permitir que ele esteja pronto para aprender novas habilidades em casa e na escola. Isso vale para qualquer idade, mas é eficiente, sobretudo para crianças mais novas.

Em geral, os pediatras costumam recomendar de 11 a 13 horas de sono por dia para crianças de 3 a 5 anos e de 10 a 11 horas para crianças de 5 a 12 anos. Se, quando seu filho for para a cama, ele adormecer facilmente, acordar facilmente e não demonstrar cansaço e irritabilidade durante o dia, provavelmente está dormindo o suficiente.

Sinais de noites mal dormidas:

A melhor maneira de saber se a criança está dormindo bem é observando como ela age durante o dia. Você deve perceber se:

Caso a criança apresente algum desses padrões, é provável que ela não esteja dormindo um sono reparador.

Crianças carentes de sono podem ter dificuldades para controlar suas emoções. Segundo especialistas, a parte do cérebro que ajuda a controlar nossa resposta aos nossos sentimentos e ações é muito afetada pela privação do sono. Por isso, uma criança que não dorme o suficiente pode apresentar problemas no comportamento ou atenção.

Um estudo realizado pela Universidade de Washington em 2018 sugere ainda que as crianças que não dormem o suficiente durante a noite também correm maior risco de ter sobrepeso ou obesidade. Os pesquisadores observaram ainda que cochilar não era um substituto eficaz para o sono noturno em termos de prevenção da obesidade, citando que “dormir à noite é mais profundo e, portanto, mais restaurador do que dormir durante o dia”.

Como ajudar a criança a ter um sono reparador?

Rotina faz bem! Adote rituais calmos e felizes para ir para a cama e acordar pela manhã; assim você faz da hora de dormir uma rotina consistente. É importante que os hábitos sejam previsíveis e relaxantes. É de sua responsabilidade auxiliar seu filho para que ele durma o suficiente, portanto, seja amoroso, mas também seja firme!

Observação é o caminho para encontrar a hora de dormir ideal para seu filho. Observe quando a criança está começando a “diminuir a velocidade” e ficando cansada. Essa é a hora em que ela deve dormir. Não é legal estender as atividades da criança quando ela demonstra estar cansada e com sono, pois isso pode causar irritabilidade e ataques de birra.

Para preparar a ida para a cama algumas medidas podem ajudar:

Lembre-se de que: sono gera sono. Isso parece contra intuitivo, mas o fato é que uma criança de três anos para de cochilar durante o dia e muitos pais acreditam (erroneamente) que o filho está superando a necessidade da soneca, quando na verdade, a criança pode estar mais cansada. Geralmente as crianças dessa idade quando param de cochilar regularmente, indicam que estão passando por um ciclo de sono ruim.

As crianças ficam naturalmente mais cansadas à medida que se adaptam a uma nova rotina escolar, portanto, ajustar a hora de dormir para um pouco mais cedo pode fazer toda a diferença para ajudar seu filho a estar pronto para a escola.

Agende uma Visita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *