Fazer um museu da natureza

Tempo de leitura: 2 minutos

Para Maria Montessori existe uma necessidade incontestável das crianças: a de aproveitar e explorar o mundo! É preciso apenas alguns minutos ao ar livre para testemunhar a alegria e a vitalidade que as crianças exibem assim que lhes é permitida a liberdade em um ambiente ao ar livre.

Além de poder pular, correr, escalar e gastar bastante energia ao ar livre, as crianças também adoram descobrir tudo o que existe na natureza: animais, insetos, plantas, cores, texturas, flores, odores… existe um mundo para ser explorado e elas têm toda a curiosidade e interesse próprios da infância. Sendo assim, cabe aos educadores e à família incentivarem o contato dos pequenos com o meio ambiente, para que eles possam conhecer o mundo ao seu redor e desenvolver o senso de responsabilidade ambiental e pertencimento.

Maria Montessori foi uma grande observadora das crianças, e, em uma de suas obras ela sugere:

“Permita que as crianças sejam livres; encoraje-as; deixe-as correr para fora quando estiver chovendo; deixe-as tirar os sapatos quando encontrarem uma poça d’água; e quando a grama estiver molhada de orvalho, deixe-as correr e pisar com os pés descalços; permita que elas descansem em paz quando uma árvore as convida a dormir sob sua sombra; deixe-as gritar e rir quando o sol acordá-las pela manhã”. (Maria Montessori)

O fato é que não basta que a natureza esteja lá fora! O lar e a escola podem e devem ser ambientes em que a criança ainda consegue ter contato com o meio ambiente, plantas e animais. Daí a importância de cultivar um jardim, ter um aquário em casa, um animalzinho de estimação. O contato com a natureza é extremamente benéfico para o desenvolvimento físico e intelectual das crianças.

Uma boa ideia para trazer um pouco da natureza para dentro de casa, além de ter um jardim como já abordamos nos artigos anteriores, é fazer um pequeno museu da natureza. E como isso é possível?

Você pode incentivar seu filho a colecionar os objetos que ele encontra na natureza para guardá-los no museu de casa. Sabe aquela conchinha da praia? É um ótimo exemplo. Casquinhas de ovos dos ninhos de passarinhos encontrados no jardim, penas de aves, cascas de árvores, pétalas de flores, tudo isso pode ser colocado em uma prateleira que será de responsabilidade da criança cuidar. Uma maneira dos pais incentivarem essa descoberta e curiosidade é fornecendo ferramentas como lupas, luvas, lentes de aumentos, uma incubadora e até mesmo um mini microscópio.

Outra atividade a ser feita é um painel de fotografias da natureza. Ajude seu filho a fotografar a natureza com o celular ou uma câmera fotográfica e monte um painel com registros de cada estação do ano, ou de cada uma das novas espécies de plantas e animais encontrados.

Essa é uma forma de manter a criança em constante contato com a natureza e despertar cada vez mais a sua criatividade e curiosidade.

Agende uma Visita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *