Por que o Método Montessori incentiva os materiais sensoriais?

Tempo de leitura: 2 minutos

Segundo Maria Montessori, as experiências sensoriais começam logo quando a criança nasce. As crianças usam seus sentidos para estudar seu ambiente. Ao participar de atividades sensoriais, elas podem obter conscientemente informações claras que as ajudam a classificar seus arredores. Essas classificações servem como trampolins para a inteligência organizada, o que dá aos pequenos a capacidade de se adaptarem ao seu ambiente.

Por que o trabalho sensorial é importante?

Atividades sensoriais são usadas no aprendizado Montessori para ajudar as crianças a desenvolverem o senso de classificação e ordem. Elas também ajudam a ampliar e refinar os sentidos, a lógica, a percepção e a consciência. Na filosofia Montessori, a criança aprende a perceber qualidades através de experiências sensoriais.

Os materiais sensoriais desenvolvidos por Maria Montessori são projetados para ajudar na discriminação sensorial, permitindo que a criança reconheça diferenças de dimensão, comprimento, cor, largura, cheiro, som e tamanho.

Materiais sensoriais

Eles têm o objetivo de ajudar a criança a refinar as noções de tom, temperatura, peso e a utilizar a linguagem na descrição dessas qualidades. São parte integrante do desenvolvimento cognitivo – construindo diretamente a “mente matemática” e indiretamente preparando os pequenos para escrever.

Os materiais sensoriais são organizados de acordo com o sistema perceptivo que estimulam (visual, paladar, olfato, etc.), a fim de ajudar a mente da criança a se concentrar em uma qualidade específica.

Através desses materiais, a criança pode explorar, discriminar, repetir e refinar muitas experiências sensoriais. O isolamento de um sentido, em particular, permite que a criança trabalhe com dificuldades variadas de habilidade e oferece uma oportunidade de autoaprendizado.

Os materiais são construídos com o conceito de controle de erro incorporado a eles. Isso ajuda a criança a identificar seus erros e a aprender com eles, através da repetição. Eles devem ser projetados para serem fáceis, agradáveis ​​aos olhos, para que em pouco tempo despertem a curiosidade no intelecto da criança.

Outro objetivo dos materiais é ajudar a criança a entender coisas abstratas. Por exemplo, um material projetado para ajudar uma criança a entender o conceito de peso ou comprimento (pesado x leve ou mais longo ou menor) ajudará posteriormente a desenvolver o conceito de adição ou subtração em matemática.

Montessori incentiva os materiais sensoriais pois eles correspondem ao que o método se propõe realizar: um aprendizado autônomo, baseado na independência da criança!

Agende uma Visita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *