Implementar o método Montessori em casa, pressupõe que o adulto assuma uma posição de respeito com o desenvolvimento da criança e possibilite que ela tenha espaço e oportunidades para praticar atividades que “fogem” dos modelos de educação tradicionais.

Essa prática, muitas vezes, é mais desafiadora para os pais do que para as próprias crianças. Por isso, trouxemos dicas importantes para que sua casa se transforme em um ambiente preparado para o aprendizado:

Planeje menos, explore a vida com seu filho em um ritmo lento e permita que a criança desfrute de tempo para se movimentar, conversar e cooperar com as tarefas de casa.

Fale e ouça sua criança como se fosse um adulto. É importante que os pequenos tenham voz, possam expressar seus interesses e opiniões. A primeira infância é um período crucial no desenvolvimento da personalidade infantil e não é saudável que as crianças sejam sempre tolhidas, interrompidas, ou cresçam em um ambiente de grandes imposições.

Forneça experiências concretas para que os pequenos façam descobertas sozinhos. Observe e questione-se: “no que meu filho está interessado ​​agora e como posso incentivá-lo com essa atividade?”

Crianças pequenas tem um interesse natural por atividades do cotidiano dos adultos e, por isso, gostam de se envolver na preparação de alimentos, arrumação da mesa, limpeza, organização, compras, jardinagem e muito mais. Permita que seu filho seja parte do funcionamento da casa.

O Método Montessori oferece à criança a liberdade de crescer e aprender dentro de limites adequados ao seu desenvolvimento. As escolhas que oferecemos e os limites que estabelecemos mudarão à medida que a criança cresce. Por exemplo, é oferecido a um bebê a liberdade de se mover dentro de um espaço seguro e de escolher qual dos dois objetos apropriados ele manipulará; às crianças um pouco maiores são oferecidas escolhas entre conjuntos de roupas para vestir ou qual brinquedo ela guardará primeiro.

Através dessa liberdade de escolha, dentro de um conjunto de limites projetados para manter a criança segura, ela aprende a tomar decisões independentes. A autodisciplina se desenvolve por meio de sua experiência independente das consequências dessas decisões.

Não há problema em dizer “NÃO”. As crianças pequenas precisam de limites para se manterem seguras, aprenderem a ser respeitosas, a fazer escolhas positivas e a se tornarem seres humanos responsáveis.

Nós somos os guias das crianças, no entanto não devemos agir por elas. Dê ao seu filho a ajuda necessária e mínima possível. Tenha paciência e permita que a criança faça quantas tentativas forem necessárias. O papel do adulto é observar e orientar.

Configure uma “casa receptiva”

Para começar a praticar o método Montessori em casa, precisamos torná-la mais acessível e convidativa para a criança. Aqui estão os princípios básicos:

Procure mesa e cadeiras de tamanho adequado para que os pés do seu filho se apoiem no chão (uma opção adaptável é cortar as pernas da mesa / cadeira). Além disso, busque por pequenas ferramentas como mini regador, balde, vassoura, etc. É importante que a criança consiga manusear as ferramentas sem grandes dificuldades.

Mantenha as ferramentas que a criança utiliza em prateleiras baixas ou armários de fácil abertura que estejam ao alcance seguro dos pequenos. É importante adaptar todo o ambiente, não apenas os utensílios. O filtro de água, por exemplo, é essencial que esteja acessível para a criança, assim como copos e talheres.

Tenha boas e poucas atividades disponíveis e elimine a desordem do ambiente. Disponibilize caixas organizadoras, para que a criança possa colocar tudo em seus devidos lugares.

Mantenha alguns materiais armazenados e vá disponibilizando aos poucos para a criança. É importante observar o interesse das crianças pelos objetos disponíveis e alternar suas opções de atividades.

Na continuação deste artigo traremos opções de atividades Montessori que podem ser realizadas em casa, seguindo todos esses princípios básicos aqui abordados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *