7 formas de incentivar hábitos de higiene para crianças

Tempo de leitura: 5 minutos

O assunto de hoje aqui no blog é higiene para crianças!

A infância é a fase em que conhecemos o funcionamento do mundo, da casa em que moramos, da família a qual pertencemos e de nosso próprio corpo. A higiene pessoal faz parte dessas descobertas e deve ser incentivada pelos pais, assim como pela escola.   

Contudo, muitos papais e mamães ficam em dúvida sobre como introduzir os hábitos higiene infantil e demonstrar sua importância a seus pequenos. Para ajudar você nessa etapa, compilamos nove dicas.

Confira!

1. Seja o exemplo

Assim como diversos outros aspectos da vida, o apreço pela higiene pessoal vem mais da prática do que da teoria. Não adianta você explicar os pormenores dos cuidados com o corpo para seu filho se não der o exemplo.

Não se esqueça de que ele sempre irá se espelhar em suas ações. Portanto, permita que ele o observe enquanto você lava as mãos antes das refeições, e enquanto escova os dentes após cada uma delas.  

Não se esqueça: o aspecto mais importante desse ensinamento é o exemplo.

2. Guie as atividades, narrando seu passo a passo

Uma atitude que vai ajudar seu pequeno a compreender cada uma das atividades de higiene realizadas é narrar o que você está fazendo. Enquanto ele estiver observando você lavar as mãos, limpar bem os espaços embaixo das unhas e pentear os cabelos, você pode narrar o passo a passo do processo.  

Vá explicando o que está fazendo e porque. Isso facilitará a familiarização com o contexto em que tais ações são necessárias. É possível que ele sinta até o ímpeto de repetir em voz alta o passo a passo, imitando sua atitude.

3. Deixe a criança decidir sobre algum aspecto da tarefa

Algumas crianças fazem birra na hora do banho, ou no momento de escovar os dentes. Outras resistem na hora de fazer a própria cama. Forçá-las a realizar essas atividades pode não ser a melhor saída, já que se cria um momento de interação negativa.

Uma opção para contornar essa situação de forma positiva e conciliadora é pedir a opinião de seu filho e dar a ele poder de escolha sobre algum aspecto da atividade. Por exemplo, ele não pode escolher se vai tomar banho ou não, mas pode decidir qual shampoo ou sabonete quer utilizar.

Dê a ele duas ou três opções no máximo, para que ele aprenda a ter certo controle sobre suas ações e, com o passar do tempo, as realize sozinho.  

 

4. Associe momentos de higiene a músicas ou histórias

Outra forma de ajudar na solidificação dos hábitos de higiene na rotina é associar alguns momentos e tarefas à música ou contação de histórias. Por exemplo, há canções infantis que falam sobre escovar os dentes, pentear os cabelos, manter as unhas limpas e limpar os ouvidos.

Cante-as com seu filho antes ou durante as atividades. Além de facilitar a execução, ainda a torna mais divertida. O mesmo pode ser aplicado durante a arrumação da cama pela manhã e do quarto.

Dica: com o tempo, vá permitindo e incentivando seu filho realizar cada tarefa sem sua ajuda. Lembre-se da importância da vida prática e da autonomia infantil, conforme os ensinamentos de Maria Montessori.

5 . Mantenha sempre um canal de diálogo

Se você percebeu que seu filho tem muita dificuldade ou se nega a realizar alguma atividade, como pentear os cabelos, procure conversar com ele sobre o assunto. Descubra o que o está impedindo de realizar a tarefa, assim ficará mais fácil de combater o problema na raiz.

Um exemplo: muitas crianças têm o couro cabeludo sensível e evitam pentear os cabelos, reclamando de incômodo. Se esse for o caso de seu pequeno, procure escovas de cabelo com cerdas mais suaves.

6. Para evitar o dedo no nariz, mantenha-o limpo

Um dos hábitos mais comuns entre os pequenos é “limpar o salão”, ou pincelar o nariz com os dedos e unhas. Se seu filho ainda não chegou nessa fase, tenha certeza de que algum dia chegará.  

Para evitar que isso vire um hábito, ensine-o a limpar o nariz no banho e a assoá-lo corretamente, com um lenço de papel, quando sentir que algo está obstruindo. Nada de ficar pescando meleca com as pontas dos dedos!

7. Tenha em mente que higiene para crianças também se estende aos alimentos

Outro aspecto fundamental do cuidado com o próprio corpo é a higienização dos alimentos antes do consumo. Aqui também vale a dica do exemplo. Em vez de só explicar, mostre a ele a importância de lavar as frutas, por exemplo, antes de ingeri-las.

 

Como você deve ter percebido, incentivar hábitos de higiene para crianças também é conscientizá-las sobre o próprio corpo, os alimentos e vários outros aspectos de seu cotidiano.

Hábitos saudáveis de higiene pessoal que são aprendidos na infância, perdurarão por toda a vida.

O que achou de nossas dicas sobre higiene para crianças? Depois de aplicá-las, volte aqui e nos conte sobre os resultados obtidos com seu pequeno 🙂

Gosta de acompanhar nosso conteúdo? Assine nossa newsletter e receba as publicações aqui do blog em seu e-mail.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *